Cadeados do amor
 Texto: Claudia Bömmels   |   Fotos: Arquivo pessoal & Wikipedia

Cada vez mais apaixonados mundo afora aderem à romântica tradição dos cadeados do amor. Um costume cuja origem exata não está muito clara, mas, provavelmente, os primeiros Lucchetti d´amore (cadeados do amor)  surgiram na Itália.

Cadeados do amor
Cena do filme Ho Voglia di te.
Acredita-se que os graduados da Academia Médica San Giorgio foram os primeiros a iniciar essa tradição em Florença, quando, após a formatura, colocavam os cadeados em uma grade na Ponte Vecchio.  Na Europa, os cadeados do amor ficaram mais conhecidos após o filme Ho Voglia di te (Eu quero você), de Federico Moccia, onde os dois protagonistas juram amor eterno, colocam um cadeado na ponte e jogam a chave no rio Tibre.
Atualmente, em várias cidades na Europa, casais vindos do mundo inteiro trazem os cadeados com seus nomes já gravados ou compram no comércio  local. Como no filme, eles são então trancados em uma ponte e as chaves são lançadas no rio com as palavras per sempre (para sempre), simbolizando assim a imortalidade desse amor.
Cadeados do amor
Hohenzollern em Köln/Colônia, Alemanha
A ponte Hohenzollern Bridge em Köln (Colônia) é o lugar mais famoso da Alemanha para fazer-se juras de amor e estima-se que lá existam mais de 40 mil cadeados pendurados. Tudo muito romântico, mas, como em toda história, essa também tem dois lados.

Os efeitos e danos provenientes do colocamento dos cadeados nas pontes são discutidos controversamente em várias cidades.

Em Roma, por exemplo,  o prefeito proibiu a prática em 2007, mas logo em seguida a Câmara Municipal de Roma instalou correntes em locais alternativos para que as pessoas pudessem continuar colocando seus cadeados. Em 2012, no entanto, eles foram removidos e serão provavelmente expostos em um museu.

Ponte Milvio em Roma.
Berlim, Alemanha

Em muitas outras  cidades existem proibições. Em Veneza e Berlim é estritamente proibida a colocação de cadeados nas pontes. Em particular, na Ponte de Rialto, em Veneza, os cadeados são sistematicamente removidos e infratores estão sujeitos a uma multa de até 3 mil Euros.

Em Berlim, a multa pode custar até 35 euros. Em Florença, na Ponte Vecchio, a colocação de cadeados é proibida, mas ainda há quem se arrisque a pagar uma multa de 50 euros.

Em Paris, na Ponte das Artes, desapareceram perto de 2 mil cadeados. A remoção criou polêmica e a Câmara Municipal da cidade negou tê-los removido, atribuindo a culpa aos ladrões de metal.

A razão da proibição é compreensível: os cadeados do amor enfeiam as pontes e também as danificam, já que oxidam e, em grande quantidade, pesam muito.  Enquanto uns se opõem, outros aproveitam a moda do turismo do cadeado como em Köln (Colônia). Muitos turistas voltam à cidade para verificar se seu cadeado ainda está no mesmo lugar.
Paris, França.

Em Verona, na Itália, encontrou-se uma ótima solução para o problema: na Casa da Julieta, um mural foi feito especialmente para que as provas de amor eterno tivessem um lugar próprio.

Em Recife, era possível prender o cadeado no gradil da Rua da Aurora, mas infelizmente este foi roubado pela segunda vez. O idealizador do Projeto, Diego Lima, se diz resignado e provavelmente não irá retomá- lo uma terceira vez. A ideia dos Cadeados da Aurora, como ficaram conhecidos, seguia uma linha sustentável: As chaves não eram jogadas no rio, mas sim recolhidas para no futuro serem colocadas em uma obra de arte. O objetivo era deixá-las expostas em um centro cultural de Recife. Uma ótima ideia, já que os brasileiros são conhecidos mundo afora como um povo caloroso e apaixonado.

Ponte Rio Paraná – OlicioPelosi

No Brasil, ainda ouve-se pouco sobre os cadeados do amor. Imagina se a moda dos cadeados do amor pega de verdade. Será que as pontes brasileiras aguentariam o peso de tanta paixão?!?

Cadeados do amor mundo afora

Casa da Julieta em Verona
“Mural” para os cadeados do amor na Casa da Julieta em Verona. Solução criativa e ecológica!
Cadeados do amor em Malta
Em Malta moda está chegando aos poucos. Clique de Dani Cassar no The Point Shopping Mall em Sliema.
Ponte Luzhkov Rússia
Em Moscou, Rússia, há árvores de ferro na ponte Luzhkov destinadas à colocação de cadeados.
Cadeados do amor na Seoul Tower
Cadeados do amor na Seoul Tower.
Cadeados do amor em Huangshan, China. Wikipedia
Lubiana, Slovênia: Ponte Milgio. Clique de Luigi Torreggiani.
Em Ljubljana, Slovênia, Clique de Tiia Monto.
Helsinki, Finlândia. Clique  de Roger de Castro.

 

 

 Fique por dentro!

Você quer receber nossas atualizações? Assine nossa Newsletter e faça o download gratuito da nossa nova revista Brasileiros Mundo Afora. Não se preocupe: nós nunca vamos passar o seu e-mail para terceiros, nem vamos encher a sua caixa postal de propaganda. O nosso objetivo principal é compartilhar conteúdo excelente. Se você não gostar pode sair a hora que quiser. Mais Informações aqui: NEWSLETTER